0

Reviravolta: polícia prende padrasto e diz que ele matou a enteada de apenas 3 anos!!!

Reviravolta no caso do desaparecimento da garotinha de apenas três anos de idade,no Sociedade Oculta. O atual marido da mãe da pequena Mariah Woods, desaparecida desde a segunda-feira passada (27), foi preso neste sábado suspeito de ter matado a garotinha de apenas três anos de idade.

Earl Kimrey, de 32 anos, foi preso por ocultar o provável assassinato e obstruir as investigações. A polícia de Jacksonville, no estado americano da Carolina do Norte, não encontrou o corpo de Mariah, mas acredita firmemente que ela está morta e o padrasto seria o assassino.

O sumiço de Mariah foi notado pela mãe às 6h da última segunda-feira (27), na cidade de Jacksonville, no estado americano da Carolina do Norte.

A mãe da menina, Kristy Woods, de 29 anos, contou à polícia que a última vez que viu a filha foi por volta da meia-noite do domingo (26), quando foi vê-la no quarto. Seu atual marido e padrasto da criança, Earl Kimrey, teria sido a última pessoa a ver Mariah viva.

O padrasto afirmou que a viu pela última vez por volta de 1 hora da manhã, e disse para ela voltar para a cama. Em algum momento depois disso, ele acredita que alguém entrou no trailer e sequestrou a criança do seu quarto.

No primeiro dia do desaparecimento a mãe publicou um apelo desesperador em seu perfil do Facebook. Mas pouco depois desativou sua conta. Na terça-feira (28), apareceu na TV pedindo a volta da filha. “Por favor, traga-a de volta. Eu amo ela. Eu farei qualquer coisa que puder, o que você quiser. Por favor, traga ela segura e sadia. Ela é meu bebê, ela tudo para mim”, implorou.

Na manhã desta sexta-feira, mais de 700 voluntários compareceram ao pátio de uma igreja local para ajudarem nas buscas por Mariah. Todavia, o Departamento de Polícia proibiu que as pessoas fizessem qualquer tipo de fotografia do trabalho realizado. As buscas se concentravam numa área acidentada e de mata.

Em uma declaração nas primeiras horas deste sábado, a polícia do Condado de Onslow disse que agora acredita firmemente que Mariah está morta, mas que eles não sabem onde está seu corpo. “Devido à evidência recolhida durante o curso da investigação, acredita-se que Mariah está morta. Neste momento, a localização de Mariah é desconhecida”, diz a polícia em nota.

Kimrey está preso no Centro de Detenção do Condado de Onslow. Ele tem uma longa ficha criminal, que inclui acusações por furto, assalto e ameaças ao governo. Os delitos datam dedes 2002 e foram praticados em vários condados e dois estados americanos.

Compartilhe a matéria:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *