0

MUITO CUIDADO!!!!Mãe medica filha que chora com dor. Mas, o que vê em sua fralda a faz correr ao hospital….

Muitas mães têm o hábito de medicar seus filhos por conta própria ao notar que eles sentem dores de cabeça, de dente ou febre. Tudo isso sem qualquer prescrição médica ou receita. Mas, isso é extremamente perigoso e pode colocar a vida da criança em risco.

Mãe medica filha que chora com dor. Mas, o que vê em sua fralda a faz correr ao hospital

Mãe medica filha:

A canadense Becky Atkinson resolveu fazer um alerta após passar por uma situação delicada. Agora aconselha todos os pais a somente dar remédios para os filhos quando indicados por um médico. Sua filha Alba, de apenas 10 meses, estava chorando muito; ela estava com dores na gengiva, porque seus primeiros dentes estavam nascendo.

Becky resolveu dar frutas e leite para pequena. Ao ver que ela não melhorava, deu um medicamento que não precisa de prescrição, o Advil. Ele tem ibuprofeno na composição e a mãe achou que poderia aliviar a dor da filha. Nos primeiros dias a filha aparentava ter melhorado e suas dores pareciam ter amenizado.

Mãe medica filha que chora com dor. Mas, o que vê em sua fralda a faz correr ao hospital

Porém, pouco depois do uso do remédio, ela levou um choque. Ao trocar a fralda de Alba, viu que as fezes da menina estavam pretas e sabia que algo estava errado. Ela correu para o hospital; lá ela descobriu que o remédio não fez bem para a menina e causou uma hemorragia interna e ainda duas úlceras se formaram em seu fígado!

O Dr. Michael Rieder, da associação de pediatras do Canadá, falou sobre o caso: “Esse tipo de incidente é muito pouco comum, mas não há dúvida que, de vez em quando, ele ocorre. Quanto mais ibuprofeno se consome, maior é o número de crianças com sangramento gastrointestinal.”

Mãe medica filha que chora com dor. Mas, o que vê em sua fralda a faz correr ao hospital

Um representante da empresa responsável pela fabricação do remédio utilizado pela mãe da menina alertou: “As gotas de ibuprofeno são indicadas para aliviar a febre infantil e a dor causada pelos resfriados, dor de garganta e dor de ouvido. Se usado devidamente, ele é seguro e eficaz.”

Hoje a pequena passa bem, mas o susto fez a mãe mudar os hábitos. Fica o alerta para o uso indiscriminado de medicamentos, principalmente em crianças.

Compartilhe a matéria:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *