0

Bebê atravessa o útero da mãe com um único chute…

O caso aconteceu na China e é extremamente raro.

Bebê através o útero da mãe com um único chute

Escrito por:  Ms Redação 19 de outubro de 2017  00h09  ComentáriosUma mulher grávida passou perto da morte na semana passada depois que seu filho, ainda no ventre, “chutou um buraco” através de sua parede uterina. Felizmente, a mãe e o bebê recém nascido sobreviveram a esse acidente excepcional.

A mulher, conhecida sob o pseudônimo de Zhang, estava em sua 35ª semana de gravidez. Ela foi enviada para o Hospital da Universidade de Pequim, Shenzhen, na China, na manhã do dia 2 de outubro, depois de ter sofrido dor severa no estômago, o hospital informou em um comunicado na página oficial Weixin. Junto com sua dor abdominal, os médicos de Zhang também observaram problemas com a pressão arterial, o pulso e a respiração.

Zhang sofreu uma cirurgia em 2016, apenas alguns meses antes de engravidar, para remover fibroides de seu útero. Estes são crescimentos não cancerosos que podem crescer ao longo da parede do útero. Depois de encontrar isso em seu histórico médico, os médicos realizaram prontamente uma ultra-sonografia onde diagnosticaram um “alto grau de suspeita de ruptura cicatrizada do útero”.

Depois de fazer esse diagnóstico, levou apenas 5 minutos para os médicos levarem Zhang para a sala de operações. Ao operar, eles encontraram as pernas do feto penetrando em sua cavidade abdominal através de um rompimento de 7 centímetros em seu útero.

Os médicos disseram que a cirurgia anterior da mulher deixou tecido cicatricial no ventre, deixando a parede do útero mais em risco de ser rompida. Isso é conhecido como uma ruptura da gravidez. Acredita-se que este problema afeta menos de 5 em cada 1.000 mulheres grávidas que já tiveram uma cesariana, sendo esse risco notavelmente menor para as gravidezes de primeira vez e para as mulheres que não tiveram uma cesariana antes. É mesmo raro isso acontecer depois de ter uma cirurgia para fibromas uterinos.

Nesse caso, a mãe e a criança estavam em grande risco de infecção. Felizmente, os médicos conseguiram fazer o parto do bebê com sucesso. Zhang e seu bebê agora estão felizes e estão se recuperando bem.

Esse fenômeno é excepcionalmente raro, mas não totalmente inédito. No ano passado, um estudo de caso contou uma história semelhante sobre uma mulher de 33 anos nos EUA, cujas pernas de sua filha abriram uma ruptura de 2.5 centímetros de comprimento em sua parede uterina. Seis meses após a cirurgia, seus médicos relataram que ela e seu bebê estavam perfeitamente aptos e saudáveis, apesar do seu incomum início de vida.

Compartilhe a matéria:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *