0

“Foi um golpe violento”, diz Hudson sobre separação da dupla com Edson…

Hudson relembrou a separação da dupla com Edson, entre 2009 e 2011, em entrevista a Gugu, na noite de quarta-feira (6). O sertanejo falou também das dificuldades dos dois no início da carreira, confessando que em vários momentos pensaram em desistir.

“Na época em que a gente tocava em casa noturna, ganhava, convertendo para hoje, em torno de R$ 50, R$ 100. A gente vivia a troco de comida e gasolina, praticamente. Várias vezes olhamos para a cara do outro e pensamos em dar um tempo”, disse.

As dúvidas persistiam até 2002, quando lançaram o DVD “Acústico ao Vivo” e explodiram com a música “Azul”. “Quando a gente lançou esse quarto disco, estávamos meio sem esperança, nem fomos direito ao estúdio. Comentamos: ‘se não der certo esse CD, vamos parar, porque a coisa está feia demais da conta”, recorda Edson.

Hudson diz como superaram a insegurança com o futuro musical. “A gente estourou realmente quando desencanou de tudo e focou no trabalho. Quando a gente estava com o sonho de ser famoso como Chitãozinho e Xororó ou Leandro e Leonardo, nada acontecia. Quando a gente desanimou de ser eles e resolveu ser Edson e Hudson, tudo aconteceu”.

Separação

Mas nem tudo foram flores depois disso. A dupla se separou no fim de 2009, sendo retomada em 2011. “O momento mais difícil da nossa carreira foi o da separação. Foi muito triste viver sem meu irmão. Imagina você conviver a vida inteira com uma pessoa e ela ficar longe? Foi um golpe um pouco violento. Não dá para dizer que a gente se arrepende porque serviu pra gente ficar mais unido”, analisa Hudson.

Sem citar o problema com drogas que o fez ficar internado em uma clínica de reabilitação em 2014, ele faz um balanço da vida. “Acho que eu não mudaria nada, se não não seria o que sou hoje. Eu nunca roubei, nunca matei, só trabalhei. Besteira? Fiz, mas estou aqui, é isso que importa. A gente não tem que se arrepender de nada na vida, tem que olhar para cima, independente da fé, e saber que algo dentro de você tem que te fazer seguir em frente. Deus me deu uma família e hoje estou aqui, feliz da vida”.

Compartilhe a matéria:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *