0

Após decisão, Marcelo Rezende pode estar com os dias contados; veja o motivo…

Recentemente, o jornalista #Marcelo Rezende, que tem sofrido com um câncer de pâncreas, desistiu do tratamento convencional e decidiu seguir em métodos alternativos para se livrar da doença. Uma pesquisa divulgada em periódico do National Câncer Institute, dos EUA, mostrou que Marcelo pode ter tomado uma péssima decisão. De acordo com a pesquisa realizada pelo médico Skyler Johnson  da Escola de Medicina de Yale, doentes que desistiram dos tratamentos de quimioterapia a fim de buscar outros caminhos de menores efeitos colaterais têm o dobro de chances de morrer.

 

Foram coletadas informações de 840 pacientes com câncer entre os anos de 2004 e 2013, todos com nomes na lista do banco nacional do câncer dos Estados Unidos.

Dentre a pesquisa, foram coletados os cânceres mais comuns no país: próstata, mama, colorretal e pulmão. Dos pacientes que participaram da pesquisa, 280 optaram em fazer tratamentos alternativos e 560 escolheram continuar o tratamento convencional.

O resultado foi preocupante e despertou um alarme para esse tipo de atitude: quem optou em desistir da quimioterapia, ou qualquer outro tratamento com radiação obteve cerca de 2,5 mais chances de vim a óbito no período curto de até 5 anos e meio.

Diante dos diferentes tipos de câncer, a taxa de mortalidade foi maior nos pacientes que tinham câncer de mama e desistiram de continuar na quimioterapia. Logo após, na ordem decrescente, vieram os pacientes com câncer de cólon, e pulmão. Só não foi encontrada alteração na taxa para os pacientes que tinham o câncer de próstata.

Ainda de acordo com o estudo, os pacientes que optam por não seguir as recomendações médicas de seguir métodos convencionais, o câncer progridiu. Ele prossegue até atingir outras partes do corpo, se estendendo para os órgãos mais distantes e para os gânglios linfáticos.

Segundo o médico Skyler Johnson, esse processo de mudança de tratamento é realmente preocupante, pois todas as chances de cura acabam sendo diminuídas conforme o tipo de câncer. Vale ressaltar que esse levantamento foi produzido e divulgado após crescer o número de pacientes que têm abandonado a quimioterapia e seguindo em tratamentos não convencionais.

Razões de Marcelo Rezende

Ele decidiu abandonar a quimioterapia e anunciou o feito nas redes sociais. Segundo ele, os efeitos colaterais estavam sendo insuportáveis: “As drogas que os médicos me aplicam parece que estão me matando e não salvando”, afirmou, em um vídeo postado em seu perfil no Instagram.

O motivo de Marcelo parece ser o mesmo de centenas de pacientes que estão optando por técnicas alternativas. “Essa crença de que os modos alternativos são eficazes vem de uma crença pessoal, tudo faz parte da mente de cada paciente e por isso eles acabam optando por fazer aquilo que consideram bom e sem efeitos colaterais”, disso o médico Dr. Johnson

Compartilhe a matéria:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gostou da notícia? Compartilhe com seus amigos :)