0

Após ser demitido, ator não se conforma e ‘ataca’ Globo…

O ator veterano Nuno Leal Maia foi mais um que não conseguiu renovar o seu contrato com a TV Globo e está afastado da TV desde 2012. A emissora não tem dado chance para #atores que já se consagraram no canal e tem optado apenas por aqueles que estão na ativa ou que podem ser alvos de concorrentes, como é o caso do ator Tony Ramos, Cauã Reymond e Fernanda Montenegro.

 

No programa da Luciana Gimenez, “Luciana By Night”, #Nuno Leal Maia foi um dos convidados e acabou revelando uma certa mágoa do alto escalão da Globo. De acordo com o ator, as coisas não estão legais na emissora. Trabalhar na TV Globo tem se tornado uma tarefa difícil até para aqueles que sempre se destacaram nas novelas e outros programas.

Maia falou que para estar lá dentro tem que seguir uma disciplina que vem lá de cima.“Se transforma numa ditadura dramática”, disse ele.

O ator comentou que no tempo em que ele era um dos protagonistas das novelas do canal, não existia esse tipo de coisa. Tudo era mais tranquilo, mais livre. Os atores interpretavam com mais leveza e podiam usar a criatividade para melhorar os seus papéis. O ator ressaltou também que antes de aceitar um personagem, ele teria que analisar para ver se estava de acordo com as encenações. Os atores antes davam opiniões.

Maia disse que sempre gostou de personagens que se podia trabalhar de várias formas. O ator, no momento, está participando de uma série chamada “Juacas”, que estreou o mês passado no Disney Channel Brasil.

Orgasmo do ator

Na sua entrevista para Luciana, desta terça (15), o ator comentou que uma das partes mais difíceis para ele é chorar.

Ele não tem facilidade para tirar lágrimas dos olhos e isso não tem sido uma tarefa fácil para ele.

Maia, com 69 anos, comentou que uma certa vez deixaram a câmera ligada para a gravação de um filme até ele chorar. O ator teve que se sentar e puxar lá do fundo o choro, mas admitiu que conseguiu.

O ator comparou o choro como um “orgasmo do ator”.

Maia também já foi ícone da pornochanchada, em 1970. Foram vários filmes nesse estilo gravado. Já na Globo, os últimos papéis dele foram em “Amor Eterno Amor” e no folhetim da “Malhação”.

Outras demissões

Além de Nuno Leal Maia, a Globo também demitiu outros atores consagrados, como é o caso de Carolina Ferraz e Fernanda Souza. Um dos argumentos da emissora é que o canal agora irá pagar por trabalhos freelancers e os atores estão livres para trabalharem também em outras emissoras.

Compartilhe a matéria:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *