1

Jovem de 22 anos foi contratada para cuidar desse bebê durante 3 semanas. Mas os pais jamais esperavam que ela fizesse isso

É muito usual os universitários procurarem part-times para conseguirem ajuda económica extra. Isso por que as matrículas nas universidades não são nada baratas, e nem todos os alunos têm direito a bolsas de estudo. Um dos trabalhos mais usuais entre os jovens é o de babá.

Kiersten Miles, uma garota de 22 anos, também resolveu procurar um emprego para ajudar com as despesas universitárias. Depois de procurar durante algum tempo, ela encontrou trabalho como babá. A jovem começou a cuidar dos 3 filhos de George e Farra Rosko, mas ela mal poderia adivinhar o que estava prestes a acontecer…

A jovem só cuidou das crianças durante 3 semanas, mas foi tempo o suficiente para ela se afeiçoar a Talia, uma bebê com apenas 16 meses. Quando seus pais lhe disseram o que tinha acontecido com a menininha, Kiersten congelou. Talia sofria de uma doença grave chamada atresia biliar, o que fazia com que seu fígado não funcionasse bem. Todos os médicos diziam que ela não sobreviveria mais do que dois anos.

A doação de órgãos era a única maneira da bebê poder sobreviver. A menina entrou na lista de espera quando foi diagnosticada com a doença, mas ainda não tinha encontrado ninguém compatível. Ao ouvir isso, Kiersten soube logo o que fazer. Embora não conhecesse a garota à muito tempo, a jovem sentia uma ligação especial com ela.

Então, Kiersten tomou uma decisão incrível e foi correndo contar para George e Farra. Os pais de pequena ficaram em lágrimas ao ouvir o que ela tinha para dizer: A jovem queria doar parte do seu fígado à sua adorada filha!

Inicialmente, os pais não tinham certeza se a jovem compreendia a gravidade da situação. Um transplante não é tão fácil como doar sangue. A pessoa é submetida a uma longa e dolorosa operação demorada, e tem de passar algum tempo no hospital.

Mas Kiersten sabia as consequências, e decidiu ir em frente com a sua decisão mesmo assim. Para ela, doar parte de seu fígado era um pequeno sacrifício se isso significasse salvar uma vida. Depois de descobrir que era compatível com Talia, a jovem se submeteu à cirurgia sem hesitar.

Foram precisas 14 horas para lhe tirarem uma parte do fígado, mas tudo correu bem. Kiersten passou uma semana no hospital, e ficará uma cicatriz de 12 centímetros. Para além disso, ela não poderá ser dadora novamente. Mas tudo isso valeu a pena para ela, depois de ver o sorriso de Talia novamente.

Este gesto corajoso de Kiersten não salvou apenas a pequena garota… mas sim a sua família inteira. Seus pais e irmãos também ganharam uma nova vida ao saber que foi dada uma segunda chance a Talia.

O mundo precisa de mais pessoas assim: que não hesitem nem por um segundo para fazer o bem. Tudo de bom para esta jovem maravilhosa!

Fonte: historiascomvalor

Compartilhe a matéria:

Imagem e mensagem

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *