0

Ela não podia engravidar. Então quando o bebê nasce, ele sai segurando algo que a deixa em pânico

Após o implante de um contraceptivo – método utilizado para evitar a gravidez – tudo o que você menos espera ao sentir enjoo ou tontura é estar grávida, certo? Uma mulher chamada Lucy Hellein provou que esse pensamento nem sempre está correto.

Essa seria a terceira vez que Lucy utilizava o DIU da marca Mirena como contraceptivo, mas dessa vez algo realmente inesperado aconteceu.

De acordo com especialistas, se implantado corretamente, esse método tem mais de 99% de eficacia. De fato, menos de uma mulher em cada 1.000 que têm o implante como contracepção por três anos vai engravidar, mas Lucy foi uma delas.

Ao perceber alguns sintomas, Lucy decidiu fazer um teste de gravidez e o resultado deu positivo. No início, ela pensou que estava gravida apenas há algumas semanas, até descobrir que já fazia bastante tempo.

“Eu presumi que eu estava grávida há apenas algumas semanas, mas o ultra-som confirmou que eu já tinha 18 semanas de gestação”, conta Lucy, de acordo com o Metro News.

Então, uma cesária foi agendada para que o bebê nascesse apenas alguns meses depois. No ultrassom, o dispositivo DIU não foi encontrado, por isso eles esperavam encontrá-lo durante a cirurgia.

O bebê, Dexter, nasceu no dia 27 de abril, com 4 quilos. E, mesmo não tendo sido planejado, ele foi recebido pela família com muito amor e carinho.

 

“Embora ele não tenha sido planejado, minha família e eu nos sentimos incrivelmente abençoados”, conta Lucy.

Após a cirurgia, o dispositivo foi encontrado atrás da placenta de Lucy. E, após o nascimento, a mãe solicitou a retirada de sua trompa de Falópio, evitando que outra gravidez pudesse acontecer. Em suas palavras, ela “desligou sua fábrica de bebês”.

Lucy acabou postando uma foto de seu bebê com o dispositivo em mãos e a imagem acabou se tornando viral. Na legenda, ela dizia: “O Mirena falhou”. Em resposta, a empresa de anticonceptivos respondeu que o dispositivo “é um DIU que libera hormônios e que tem mais de 99% de eficácia na prevenção da gravidez”.

Esperamos que Dexter e Lucy possam ser muito felizes juntos e que logo os médicos consigam descobrir o que de fato aconteceu, para que os métodos contraceptivos possam se tornar mais eficazes.

 

Imagem e mensagem

Deixe uma resposta