0

O carro dessa mãe de 4 crianças morre em uma rua escura. Quando alguém bate na janela, ela não tem ideia do que a espera no dia seguinte.

Tawny Nelson, do estado de Wyoming, EUA, é mãe solteira de 3 lindas meninas e um bebê. A vida não tem sido fácil desde que seu ex a deixou. Quando ela precisa ir com urgência a uma loja para fazer compras à noite, ela coloca as crianças no carro e sai. Mas nesse dia, o carro para no meio da estrada escura, no meio de muita chuva. Porém, logo a jovem mãe desesperada recebe ajuda de uma maneira tão improvável, que ela precisou postar sua história no Facebook:

“A bateria do carro morreu. Meu celular estava sem sinal. Eu não tenho nenhum familiar, eu estava sozinha. Eu desci e abri o capô para me certificar de que a bateria não tinha se soltado. Não. Durante duas horas, eu devo ter pedido a mais de vinte pessoas para me ajudar a fazer uma chupeta na bateria. Todos me ignoraram. Nem mesmo um “não”. Eles agiam como seu eu não existisse. Minha filha de 5 anos estava tendo um ataque, meu bebê estava gritando, minha filha de 2 anos chorando porque estava com fome e minha filha mais velha tentando desesperadamente ajudar. Eu estava chorando desesperada, me sentindo a pior mãe de todas.

Então, alguém bateu na janela do passageiro. Um senhor mais velho (ele tinha 74 anos), manco, com uma bengala, estava do outro lado da janela. Eu abri a porta. Ele me entregou um prato de tiras de frango e biscoitos de uma loja e garrafas de água. ‘Dê de comer para suas crianças e a você também, moça. Um reboque está a caminho e minha esposa logo estará aqui para levar vocês todos para casa.’ Realmente, logo ela chegou seguida do reboque. O carro e nós fomos levados para casa.

Na manhã seguinte, o senhor retornou até minha casa com um mecânico, que trocou a bateria e o alternador, e consertou minha janela. Então o senhor foi embora e não voltou mais. Quando eu perguntei ao mecânico quanto eu devia e se poderia fazer o pagamento, ele sorriu e me disse que aquele senhor já havia pago por tudo. Ele disse que o único pagamento que o senhor queria era que eu não desistisse e que eu continuasse sendo uma mãe maravilhosa.

Eu nunca chorei tanto na minha vida. As coisas estavam absolutamente horríveis. Mais do que eu conseguiria explicar. E sem nem nos conhecer e saber de nossa situação, esse homem gentil nos ajudou de formas que ele jamais saberá. O que ele fez trouxe de volta em mim a fé quando eu estava desistindo. Ele não aceitou sequer um abraço. Eu nunca vou conseguir agradecê-lo. Mas eu certamente espero que um dia eu faça por outra pessoa o que ele fez por mim.”

A atitude desse senhor desconhecido marcou profundamente a vida de Tawny. É reconfortante saber que existem pessoas assim no mundo.

É Notícia

Deixe uma resposta