0

ADEUS À MÁQUINA DE HEMODIÁLISE – CIENTISTAS DESENVOLVEM O RIM BIÔNICO!

A natureza é poderosa, mas há casos em que temos que fazer uso da moderna tecnologia médica.

Por exemplo, as pessoas que fazem hemodiálise não podem prescindir dessa tecnologia.

E o sofrimento dessas pessoas é imenso…

Muitas ficam, às vezes, por anos, numa fila de espera para receber um rim.

A boa notícia é que milhões de pessoas podem renovar as esperanças porque cientistas da Universidade da Califórnia em São Francisco, nos EUA, pretendem lançar este ano o primeiro rim artificial biônico.

É isso mesmo!

O rim fabricado é perfeitamente parecido com o natural.

Ele tem filtros de silício, células vivas e é bio-híbrido.

O aparelho funciona com uma série de microchips e é movido pelo coração humano para filtrar os resíduos da corrente sanguínea.

Não é fantástico?

O rim biônico é conhecido pelos americanos como “The Kidney Project” e foi lançado por William Fissell de Vanderbilt e Shuvo Roy, da UCSF.

Esta notícia é muito especial para pacientes com doenças renais que dependem da hemodiálise.

Talvez você se pergunte sobre a possibilidade de algum corpo rejeitá-lo, mas esta é a segundo melhor notícia: chances zero.

Isso porque o rim biônico é feito a partir de células renais.

O protótipo é do tamanho de uma xícara de café e consegue otimizar a pressão arterial e o equilíbrio entre sódio e potássio no corpo.

Este projeto é simplesmente um presente maravilhoso para quem faz hemodiálise.

Para que isso fosse possível, a equipe recebeu, em novembro de 2015, uma doação de 6 milhões de dólares do Institute of Biomedical Imaging and Bioengineering (Nibib) para pesquisas e desenvolvimento.

Os pesquisadores acreditam que as opções podem ser ainda mais amplas e o principal deles, dr. Victor Gura, afirma que dentro de dois anos o rim biônico estará disponível para venda.

Fonte: curapelanatureza

Compartilhe a matéria:

Imagem e mensagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *