0

Os médicos disseram que esta menina não teria a cura, mas por um milagre ela é visitada por Jesus

Para alguns, a ciência pode salvar a vida de uma pessoa, mas para outros, a fé faz o impossível acontecer. A americana Brittany Bakenhaster viu um milagre ocorrer diante dos seus olhos.

Desde os três anos de idade, a garota tinha um talento impressionante: sabia todos os versículos da Bíblia e acompanhava os hinos da igreja em que frequentava. Apesar disso, a pequena sofria de epilepsia, uma doença que altera temporariamente o funcionamento do cérebro e pode causar ataques repentinos. Ela havia herdado essa condição da própria mãe, Jamie.

Certo dia na sua infância, sua mãe ouviu gritos desesperados vindo do quarto da filha. Mesmo que ambas tivessem a doença, o caso de Brittany era o mais grave do que de sua mãe.

Assim, a família começou a ficar bastante preocupada, pois os ataques epiléticos estavam sendo cada vez mais frequentes e nenhum medicamento era capaz de curá-la. O caso de Brittany era tão grave que, de acordo com o relato da mãe, a menina passou a andar com um capacete na rua para evitar possíveis impactos.

“Ela precisava de cuidados 24 horas por dia. Não importava se era noite ou dia, as convulsões continuaram”, disse Bruce, pai de Brittany. E o jeito que a família encontrou para confortá-los foi com a palavra de Deus. “Deus me deu promessa no Salmo 37: 4-5: ‘Deleita-te também no Senhor, e Ele te concederá o que deseja o teu coração'”.

Além da ajuda espiritual, os pais também procuraram pelos médicos, que disseam que o exame da garota mostrava uma situação crítica e, portanto, recomendaram que ela fosse para casa, esperando pelo pior.

Sabendo que a qualquer momento sua filha pudesse morrer, Bruce buscou não desistir “Senhor, você me disse que iria cuidar dela”. Naquele momento, Jamie orou durante a noite inteira para que um milagre acontecesse a Brittany.

No dia seguinte, a mãe foi até o quarto da filha e encontrou a filha atônita dizendo: “Jesus, Jesus”. A menina só conseguia dizer isso. Ao ser questionada o que estava acontecendo, Brittany respondeu que havia presenciado um milagre: na noite anterior havia recebido a visita de um homem acompanhado por anjos a sua volta. “Eu percebi logo que ela tinha encontrado com Cristo”, revelou a mãe.

Daquele dia em diante, Brittany nunca mais teve qualquer ataque epilético. Sua doença nunca mais voltou a se manifestar. Ela estava curada.

Recentemente, a família Bakenhaster contou esta história no programa americano Clube 700, na rede CBN. Hoje, Brittany cresceu e sonha em ser psicóloga.

Foto: Reprodução

Compartilhe a matéria:

Imagem e mensagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *