0

Justiça decidiu que mulher que for traída terá direito a indenização da ex e da amante; confira

Tudo aconteceu numa cidadezinha do interior, chamada Galileia, que fica no estado de Minas Gerais. Uma mulher foi à justiça pedir o divórcio após terminar seu casamento com o marido. Eles se casaram em 2009 e após alguns dias do matrimônio descobriu que seu marido tinha uma amante. Já divorciados, agora já sendo ex-marido, esse foi morar com a amante, porem levou alguns bens materiais conquistados por eles quando ainda casados.

A ex-esposa não se conformou, sentiu-se desconfortada e humilhada com a situação e procurou novamente a justiça. Levou alguns documentos provando os gastos que teve nos preparativos e cerimônia e solicitou uma indenização, querendo de volta o dinheiro que tinha gasto.

O juiz Roberto Apolinário de Castro, depois de analisar o caso,lhe concedeu em primeira instância que a mulher deveria ser indenizada. Todavia não seria indenizada só pelo ex-marido, mas também pela amante do mesmo. Juntos tiveram que desembolsar  o valor de R$11.098 pelos danos materiais e mais R$50.000 por danos morais.

O casal prontamente contestou, a amante disse que não tinha fundamento ser responsabilizada pelo fim do casamento deles e ainda disse que quem pagou tudo foi ele e ex-esposa não teve gastos nenhum. Chegaram a mostrar notas fiscais de compras de materiais para construção etc.

Sobretudo seus argumentos caíram por terra. O juiz afirmou que tinha provas que a amante teve a audácia de procurar a ex de seu agora então marido no dia do casamento e pasmem, após a cerimônia também para contar que tinha um caso. E disse mais o juiz, que pela cidade ser pequena, a ex seria facilmente reconhecida, já que trabalhava na área da saúde e que seria evidente a humilhação com os olhares direcionados a ela.

Já pensou se a moda pega?

Fonte: http://zipbr.com

Compartilhe a matéria:

Imagem e mensagem

Deixe uma resposta