0

Alerta: Jovem de 13 anos perde a vida por uso de absorvente interno. Confira a matéria

Uma mãe desespera por ter perdido sua filha vem nas redes sociais esses dias para denunciar ao mundo sobre a síndrome do choque tóxico.

Ela conta que sua filha Jemma-Louise de 13 anos de idade no principio começou a passar mal quando estava curtindo suas férias escolares com os seus familiares, foi ate o medico onde tinha sido diagnosticada com uma infecção estomacal, de acordo com a Manchester Evening News. No momento do quadro clinico de saúde da adolescente britânica continuou piorando, sua família novamente a levou para um hospital onde ela foi diagnosticada com a síndrome do choque tóxico, originalmente causada pelo uso de absorventes internos. Sua filha era nadadora competitiva, tinha começado a usar os absorventes internos a algum tempo antes de ficar doente, para poder usar durante os treinos que lhe era durante seu ciclo menstrual. Alguns dias depois do seu diagnóstico, Jemma-Louise veio a óbito por hemorragia cerebral durante o tratamento, de acordo com o jornal Manchester Evening News. Exames feitos na adolescente foram confirmados a presença da bactéria estafilococos no sangue.

Roberts (mãe) contou sobre sua filha para o mundo sobre a doença, que é dada pouca atenção. “Essa doença a Síndrome do Choque Tóxico era mais conhecida na década de 80. A divulgação pode salvar a vida de adolescentes como a minha filha“.

Os Estados Unidos diz que a síndrome do choque tóxico deva ser considerada, não é motivo para as adolescentes evitar usar os absorventes internos. “Os absorventes internos são realmente seguros de se usar”, disse Glatt ao Yahoo Parenting. Claro que o risco de pegar essa bactéria tem sim através desses produtos que podem causar a síndrome do choque tóxico, mais como todos os produtos devem ser usado por poucos períodos e não por muito tempo.

Mulheres de todas as idades não podem usar os absorventes internos por períodos superiores a mais de seis horas, precisam dar preferência a produtos de baixa absorção e interromper o uso se não estiverem se sentindo bem.

Compartilhe a matéria:

Imagem e mensagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *