0

Dependentes podem sacar FGTS das contas inativas de falecidos – Veja como

O FGTS de contas inativas de falecidos vão fazer parte , informou a agência Brasil

Com a liberação dos recursos em contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) também poderá ser feitos pelas famílias de trabalhadores que tiveram algum parente falecido antes da edição da medida.

O QUE MUDA NESSE CASO PARA QUE EU CONSIGA RESGATAR O SALDO?

Nesse caso, para ter acesso aos recursos, é necessário apresentar a carteira de trabalho do titular da conta, além da identidade do sacador ao solicitar o resgate junto à Caixa Econômica Federal.

A legitimidade para sacar os bens do trabalhador falecido é restrita ao cônjuge ou seus herdeiros.

Existe uma certa burocracia no Caso da família não ter um inventário deixado pelo ente falecido indicando a divisão de bens.

Em situações como essa, é necessário ir até o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Lá você deve solicitar a emissão de uma declaração de dependência econômica e da inexistência de dependentes preferenciais.

Além disso, o INSS emite uma declaração de dependentes que podem receber a pensão por morte e que têm direito aos valores.

Você não pode deixar de levar seus documentos pois serão solicitados que apresente sua identidade (RG ou CNH) e o CPF dos filhos menores de idade.

Os recursos serão partilhados e depositados na caderneta de poupança desses dependentes, que só poderão acessá-la após completarem 18 anos.

Esta é uma boa informação e muitas pessoas questionavam se tinham o mesmo direito devido a perda familiar.

Agora testa tudo esclarecido e os direito prevalecidos.

Fonte;https://www.r7.com/

Compartilhe:

Imagem e mensagem

Deixe uma resposta