0

Gretchen faz revelações bombásticas sobre sua vida; e joga algumas coisinhas no ventilador…

Gretchen está abrindo cada vez mais seu coração nos vídeos que tem gravado em seu canal no YouTube.

A cantora está jogando umas coisinhas no ventilador e acabou sobrando para dois de seus ex-maridos. Ela já tinha comentado isso em sua biografia, mas em vídeo fica mais real, né?

Veja o que ela disse do sertanejo Chrystian, da dupla com Ralf: “Quando eu me separei pela primeira vez, do cantor Chrystian, foi porque fui traída dentro da minha casa. Ele teve um relacionamento com uma das chacretes chamada Sarita Catatau”.

Sobre o delegado Silva Neto, pai de Thammy, Gretchen falou:

“Eu tive um problema de traição mais sério ainda com o pai da Thammy. Eu viajava muito, de segunda a segunda, fazia muitos shows, trabalhava demais, fazia trinta shows por mês, e quando eu voltava para casa, era só para trocar a roupa da mala e viajar de novo. Nesse meio tempo, o pai da Thammy conheceu a Marriette no (programa do) Gugu, e teve um bom caso com ela. Eu escutava ‘coitada da Gretchen’, mas não sabia porque falavam aquilo. Até que um dia, a Edy Curi, hoje empresária do Leonardo, me contou que o meu marido estava tendo um caso com a secretária do Gugu. Enfim, ele mantinha duas mulheres. Essa mulher frequentava a minha casa”.

gretchen1

Gretchen contou também que não vê um filho biológico dela há 30 anos, fruto de seu casamento com Décio Nascimento, pois o marido era violento e a ameaçou. Mas que pretende encontrar o filho no fim do ano.:

“Ele arrumou uma maneira de tirar o meu filho. Eu nunca mais vi o meu filho. Ele chegou com uma arma e disse que eu tinha que passar a guarda do meu filho para ele, senão ele ia sumir com o meu filho. Eu não queria que ele tirasse a vida do meu filho e assinei o papel (passando a guarda da criança). Fiquei sem o meu filho. Ele não deixou eu falar com o meu filho, rasgava as cartas que eu mandava pra ele, arrancava ele do telefone, e nunca mais deixou eu ver o meu filho. O pai tirou ele de mim.

Numas dessas, eu disse que ia embora, e ele encostou um revólver no meu pescoço e disse que mataria eu e o meu filho. Agora eu vou poder reencontrar o meu filho. Em dezembro, ele vai vir na minha casa (em Paris) com a mulher dele, para eu reencontrá-lo depois de todos esses anos”.

Compartilhe a matéria:

É Notícia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *